Páginas

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Prêmio Ambienta Rio: A escola faz a diferença

Nossa unidade escolar foi contemplada pela Secretaria Municipal de Educação com o Prêmio Ambienta Rio: A escola faz a diferença com os projetos da professora Luciana Lima e do professor Jabim Nunes.

Para saber mais, visite os links dos projetos:

1) Professora Luciana Lima

2) Professor Jabim Nunes

Prêmio Ambienta Rio : “O Menino do Dedo Verde e a Menina com Ninho de Pássaros”

Professor Responsável: professor Jabim Nunes
Baseado na obra “O Menino do Dedo Verde", de Maurice Druon, um clássico, escrito em 1957, que continua encantando nos nossos dias.

O menino do dedo verde trata-se de um livro infanto-juvenil escrito por Maurice Druon em 1957. sendo traduzido por Dom Barbosa, o qual Foi traduzido para o português por Dom Marcos Barbosa, o mesmo escritor/poeta que traduziu O Pequeno Príncipe

Tistu é um menino muito feliz, que nasceu e foi criado com todo o luxo que seus belos pais - donos da maior fábrica de canhões do mundo - podiam dar e o dinheiro podia comprar. Morava numa mansão - a "Casa-que-Brilha" - e tinha criados que o adoravam. 
Ao completar oito anos, seus pais decidem que já é hora do filho conhecer as coisas da vida e se preparar para, no futuro, assumir e dar continuidade aos negócios da família. 
No entanto, logo no terceiro dia de aula o menino é expulso do colégio por dormir durante as aulas. Com isso, os pais de Tistu decidem que a educação do menino se fará dentro de casa, sem livros, através de suas próprias experiências e observações. 
No dia de sua primeira aula com o jardineiro Bigode, Tistu descobre um dom excepcional: ele tem o dedo verde - o que significa que basta um toque de seu polegar para que surjam plantas e flores onde quer que ele encoste. 
Com as aulas do Senhor Trovões, ele entra em contato com a violência urbana cotidiana e conhece a infelicidade e a tristeza. Inconformado, Tistu decide mudar o mundo apenas com o toque de seu dedo verde, começando pela cidade onde mora, Mirapólvora.


Maurice Druon já provoca, a partir da verossimilhança, vários auto questionamentos, pensar na interação e na ação social: o envolvimento na sociedade de forma positiva, visando melhorias sociais e reconhecendo-nos como agentes supra-humanos.

Tem como objetivo sensibilizar e conscientizar a comunidade escolar para a importância da construção de conhecimentos socioambientais e valores humanitários e de cidadania, por meio da realização de atividades pedagógicas (exposições, seminários, pesquisas etc.). Importante ressaltar que esta ação é pautada na Lei 4791/2008, que dispõe sobre o Sistema Municipal de Educação Ambiental, regulamentada pelo Decreto 37526/2013.
O diálogo com a Arte e a natureza, através da pesquisa sobre a fauna e a flora brasileiras e a produção de desenhos de árvores e pássaros.
O importante é que as inter-relações do meio ambiente natural, cultural e urbano fossem trabalhadas com uma abordagem orgânica com a sociedade. Nesta perspectiva, cada Unidade Educacional teve autonomia para escolher com que diferentes olhares iria se debruçar sobre a cultura local para construir seu percurso de apropriação de conhecimento em Educação Ambiental.
Texto e imagens: Jabim Nunes

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Ficha Técnica e Release do Espetáculo "Era Outra Vez - Desventuras de Histórias"


Direção Geral e Direção de Arte: Profº Nilton Barbosa Filho
Roteiro: Alunos da Oficina de Teatro (Manhã)
Idealização de Figurinos: Profº Nilton Barbosa Filho
Cenário: Profº Jabim Nunes, Profª Luciana Lima e Profª Denise Macieira
Colaboradores: Profª Thaiz Pires, Profª Marilsa Sousa, Profª Juliana Reis, Profª Letícia Semeraro, Profº Glauber Rezende, Profº Eduardo Duque, Profº Iuri Nascimento e a funcionaria Jandira Neves.

A partir da proposta do nosso projeto pedagógico de 2017 do Núcleo de Arte Grande Otelo, que está voltado principalmente para o resgate do universo infantil, a Oficina de Teatro articulada pelo Profº Nilton Filho desenvolveu com seus alunos um extenso trabalho de pesquisa, através da leitura de histórias de fadas e encantamentos e de filmes e, sobretudo, através de muitas rodas de conversa.
Era Outra Vez – Desventuras de Histórias é um espetáculo teatral infantil que teve sua estreia no próprio Núcleo de Arte Grande Otelo, no dia 10/11/2017, contando uma história de encantos, desencantos e desventuras em que personagens conhecidos saem dos livros e dos filmes e são subvertidas e reinventadas e, com muita imaginação e vão ganhando novos rumos e outros sentidos nessa nova história narrada e interpretada por nossos atores mirins.
O espetáculo estreou sua temporada com casa lotada e muito sucesso. A Coordenadora da 6ª CRE, Profª Rejane Faria também esteve lá prestigiando o nosso evento. 
E toda essa história começa na Biblioteca de uma antiga escola onde a menina Harryone gosta de passar o tempo, lendo histórias encantadas e de magia. Lá ela conhece Galileu, um garoto esperto e inteligente que aprendeu com seu pai a pilotar aviões. Não é por acaso que ele tem esse nome de um ousado estudioso e inventor na História da Humanidade.
Galileu é um sonhador, sempre diz que voar nos leva a lugares inimagináveis. Para ele, o céu é como um livro de histórias - não tem limites. 
Harryone é uma menina mimada e deslumbrada, uma apaixonada pelas histórias de encantos e magia.
Juntos, os dois jovens se deixam encantar pela leitura e vão experimentar um mundo de personagens reinventadas pela própria fantasia.
 



 













 

domingo, 15 de outubro de 2017

II Quitanda Cultural

A professora Luciana Lima participou da II Quitanda Cultural realizada na Arena 
Jovelina Pérola Negra com o tema "A Cultura Digital na Educação".
Participaram também da mesa o aluno Lucas Rafael, da Escola Municipal Baden Powell, o Diretor de Mídia  e Educação da MultiRio -  Eduardo Guedes e a Coordenadora da 6ª CRE -  Rejane Farias (mediadora).
 Administrador da Arena Jovelina Pérola Negra - Anderson Barnabé
 
Agradecimentos especiais: Aos administradores da Arena Jovelina Pérola Negra, Anderson Barnabé e Cíntia Monsores pelo convite.
À Coordenadora da 6ª CRE, Rejane Faria
Às diretoras Denise Macieira (Núcleo de Arte Grande Otelo), Conceição Carneiro (E.M. Baden Powell) e Andréa Frederico (E.M. Cyro Monteiro).

Mala Direta - Oficina de Artes Visuais

Realizada na Escola Municipal Guilherme Tell,  a Mala Direta Itinerante tem como objetivo divulgar as oficinas da nossa unidade.
Coordenadora Pedagógica da E. M. Guilherme Tell -  Rafaela e Diretora do Núcleo de Arte - Denise
Professora Luciana Lima  - Oficina de Desenho